24 de agosto de 2010

O hoje

Foto: Carlos Nunes (sxc.hu)

Pense em um dia em que aparentemente todos elementos da natureza confabularam durante toda a noite para despertarem aguçando os sentidos dos homens que os observassem. As folhas são mais verdes, as flores mais coloridas, o ar mais perfumado, os raios de sol são tão brilhantes e densos que parecem poder ser tocados. Esse dia é hoje. E não, não estou de férias, observei tudo isso entre um deslocamento e outro.

E hoje, diferente de outros momentos, não tive vontade de reclamar mentalmente por ter meus compromissos diários. Resolvi pensar que naquele mesmo momento, como já disse, a natureza trabalhava para produzir aquele espetáculo, não faria sentido eu cruzar os braços e simplesmente assisti-lo. Ficou mais fácil me trancar em um escritório a partir de então.

É bom notar que posso ver tudo isso, que eu tenho como pano de fundo diário, para os sonhos e fatos que me movem, uma vistas tão deslumbrante. É bom saber que tenho um lavoro, coisas a fazer, planos não realizados. É bom problematizar menos a vida, se pegar nos simples e bons detalhes dela, se desapegar da observância dos pequenos defeitos. É bom ter a capacidade de se treinar para achar o bom lado das coisas, mesmo que constantemente pensamentos angustiantes sobre a falta de lógica mundana voltem a emergir. É bom ver que durante a vida encontrei ótimas pessoas para estarem perto nesses momentos bons e também nos angustiantes. É bom imaginar que assim enxergo hoje, que amanhã tudo pode mudar, a maneira de observar, a companhia, o ângulo. É bom até mesmo ter a ciência que o dia lindo vai se esvair, enquanto esse ar condicionado me congela, mas que quando sair terá uma lua perfeita iluminando o caminho do meu corpo cansado para casa, e quem sabe até o convidando para mudar de direção e tentar enxergar o novo no “já visto” em mais e mais lugares por aí.

4 comentários:

  1. eu sei o motivo desse dia perfeito...rsrsrs!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, Maroca!

    hehehe nem conheço, mas viver é compartilhar alegrias!

    Hoje o dia realmente esteve lindo! Achei até que, pelo calor, os cupins de luz apareceriam hoje à noite, que nem foi ontem... Mas, que belo, não apareceram, só para mostrar que o dia de hoje realmente foi perfeitão!

    Para ser mais-que-perfeito, só se fosse o dia do encontro-geral-dos-amigos. Mas... Onde, né? ;)

    ResponderExcluir