15 de abril de 2010

Estrelas que caem


Certa vez, quando voluntária do Projeto Rondon, no Vale do Jequitinhonha – MG, conheci um garoto com o sorriso mais bonito que já vi. Ele era órfão e vivia pelas ruas da pequena e pobre cidade, e apesar de não saber, muito me ensinou sobre a vida.
Em um entardecer, desses que até doem de tão bonitos, sentada sobre um degrau de barro seco, ouvia o som dos insetos alternado às perguntas curiosas do garoto:

Ele: – Tia, outro dia eu vi uma estrela que cai. O que eu tenho que fazer?
Eu: – É uma estrela cadente. Quando ver outra peça algo que seja seu sonho conquistar.
Ele: – Por aqui tem muitas. Quero ver outra logo e pedir para ficar rico.

Confesso ter tido segundos difíceis depois dessa afirmativa. Teria de convencê-lo a não pedir algo tão distante de sua realidade. Afinal, isso colocaria em jogo a credibilidade das estrelas que caem.

Eu: – Não... Pede uma coisa mais importante, saúde por exemplo.

Disse isso vendo os olhos duvidosos dele, e pensando em como uma criança naquela situação teria como sonho ter saúde? Então, para meu alívio, ele, repentinamente, interrompeu o silêncio.

Ele: – Já sei tia! Tem uma coisa que sempre sonhei ter e não tenho.
Eu: – Então diga, o que é?
Ele: – Uma escova de dentes!

Olhei para o rosto dele, feliz de ter lembrado seu maior desejo, e me controlei para não deixar as lágrimas caírem.
Esse garoto foi adotado por uma supermãe. Mas quantos outros existem em seu caminho diário com sonhos tão simples? Você os vê?

8 comentários:

  1. Meus Deus! Já ouvi essa história, mas não tem como não chorar qdo lida!
    Muito boa pra reflexão né Fab! Temos tanta coisa, e podemos ajudar tantas pessoas!

    ABRIREMOS NOSSA ONG! TÁ QUASE!

    lov u

    ResponderExcluir
  2. Amadaaaaaaaa!!!!

    Voluntária no Vale do Jequitinhonha??? Que orgulho de vc!!!! Tb quero fazer parte da sua ONG e da Raquelzita!!!

    Olha, sua história é linda. Fiquei emocionada. Mas veja só: a estrela atendeu ao pedido dele. Se ele queria ser rico e foi adotado por uma supermãe, encontrou sua maior riqueza!!!!

    Fabi e suas surpresinhas literárias e da vida... Te amo!

    ResponderExcluir
  3. Não vamos mais falar em estrelas, mas sim em lua e sol....
    Lua pergunta: Que história é essa de ONG?

    ResponderExcluir
  4. Essa é uma história que nos faz refletir sobre nosso egoísmo. Enquanto queremos tanto, existem pessoas que com o mínimo se fazem suficientes. As vezes queremos melhorar nossa vida em primeiro lugar, para depois ajudar os outros, né?!... Mas creio que nossa vida melhora na medida em que ajudamos os outros. "O Amor é a única coisa que cresce à medida que se reparte"

    Adorei teu blog querida!
    Suuuu-ceeeees-soooo!!!

    ResponderExcluir
  5. Puxa, Fá... que história... Tocante mesmo! Você deu uma escova de dente para ele depois? ;)

    ResponderExcluir
  6. Muito bom ve-los por aqui queridos! Mesmo os que já ouviram essa história vieram, não é Rã?! rs

    Bem Lua... na verdade isso é só um sonho mesmo... nada de concreto por enquanto.

    Lobão, que bom você por aqui! Obrigada pelos votos!

    E Thi, levei ele ao dentista no dia seguinte!

    Beijos a todos! ADORO!

    ResponderExcluir
  7. Fabi, adorei esta história, as outras, o blog todo. Já vou lá colocar nos meus favoritos. Beijos, Malu

    ResponderExcluir
  8. Já me disse honrada com o comentário da Malu em outros meios mas reforço aqui! Elogio de quem exemplo é inexplicavelmente bom!

    ResponderExcluir